segunda-feira, 31 de outubro de 2011

As 7 Virtudes Cardeais da Ordem DeMolay


Brasão DeMolay


As 7 Virtudes Cardeais da Ordem DeMolay

O que são as sete virtudes?
As sete virtudes são os princípios básicos da Ordem DeMolay, os quais devem servir como alicerce na construção do jovem DeMolay, e posteriormente do cidadão.

A primeira virtude é o Amor Filial, representado pela primeira vela. Simboliza o amor entre pais e filhos, um amor que existe mesmo antes de nascermos, e que permanece conosco durante toda a nossa vida e nos seguirá até mesmo além do túmulo. Esta Virtude é muito importante, pois ela nos lembra que devemos sempre nos esforçar em sermos melhores filhos e nunca desonrarmos o nome de nossos pais.

"Amor por nenhuma outra razão a não ser de simplesmente existir"

A segunda virtude é a Reverência Pelas Coisas Sagradas, representada pela segunda vela. Um quesito fundamental para qualquer jovem ingressar na Ordem DeMolay, é acreditar em um Deus, um ser Superior e louvar seu Santo Nome. Sendo Assim, todo DeMolay possui a fé em um Deus, e sem esta fé e a graça deste Deus, nossos trabalhos seriam em vão.

A terceira virtude é a Cortesia, representada pela terceira vela. Nós vivemos em uma época onde a educação não raramente é deixada de lado. Uma cortesia transcende a amizade. A partir disto, devemos passar ao próximo a cortesia, uma cortesia que alcance o desconhecido, os idosos, a todos os homens sem distinção. Esta cortesia que traz um sentimento caloroso e um sorriso verdadeiro, torna a vida mais agradável para o próximo, e ilumina o caminho diante de nós fazendo com que possamos viver de forma mais harmoniosa.

"Para ser útil à sociedade não é necessário ser um DeMolay, mas para ser um DeMolay é necessário ser útil à sociedade".

A quarta virtude é o Companheirismo, representado pela quarta vela. Esta é a virtude que deve ser mais cultivada por nós, pois representa a união, a amizade, a camaradagem e o afeto que pode existir entre duas ou mais pessoas. O sentimento de amizade, é o que nos faz dividir momentos de alegria e tristeza com alguém. Talvez esta seja a Virtude mais importante de um DeMolay, pois somente se vivermos de acordo com os preceitos desta Virtude, é que vamos conseguir viver bem com nós mesmos.

A quinta virtude é a Fidelidade, representada pela quinta vela.
A honra e a palavra de um DeMolay são coisas que devem permanecer inabaláveis, pois um homem que não transmite confiança, assim como um DeMolay que é falso a seus amigos, suas promessas e seus votos, são pessoas indignas.

A sexta virtude é a Pureza, representada pela sexta vela.
A pureza de pensamentos, palavras e ações, fazem com que um DeMolay seja digno dos ensinamentos desta Ordem.

A sétima e última virtude é o Patriotismo, representado pela sétima Vela.
Ser patriota, não é somente lutar em um campo de batalha ou defender o seu país em algum evento internacional. Ser patriota é defender o seu país silenciosamente, transformando-se em um bom cidadão, uma pessoa justa, correta e honesta, estando sempre disposto a defender a bandeira de sua pátria, seja onde for, seja como for.
Sete Virtudes Cardeais de um DeMolay



A Ordem DeMolay invoca sete luzes, simbolizando as sete virtudes cardeais de um DeMolay, que iluminam seus caminhos conforme passam pela estrada da vida, simbolizando tudo que é bom e correto, a base de suas vidas.


Amor Filial: é o amor e carinho que devemos ter por nossos pais, que nos semearam, geraram, nos ensinaram as primeiras lições de nossas vidas e se sacrificaram por nós. Através deles nós tivemos as primeiras lições de educação, respeito e na crença em Deus.


Reverência pelas Coisas Sagradas: significa a crença em Deus, não importando a sua religião. Para ser um DeMolay o jovem tem que ter fé Nele e provar o quanto ama e deseja servir a Deus.


Cortesia: cortesia, educação e solidariedade são princípios que um DeMolay procura por em prática usando a filantropia, mas somente válida quando é feita com sentimento, colocando o coração naquilo que faz. Os DeMolays possuem o seguinte pensamento:


"Para ser útil à sociedade não é necessário ser um DeMolay, mas para ser um DeMolay é necessário ser útil à sociedade".


Companheirismo: é ser um amigo leal, tanto nas horas boas quanto nas ruins. O verdadeiro companheiro e amigo é aquele que estende a mão para um Irmão em momentos de dificuldade. Companheirismo é levar uma chama de amizade no coração, para que, quando um amigo estiver no meio do túnel, ela possa iluminar e mostrar onde está a saída.


Fidelidade: é sempre acreditar em seus ideais e virtudes, mantendo em segredo tudo aquilo que lhe for ensinado. É ser fiel a Deus, à sua Pátria e a seus amigos, seguindo o exemplo de fidelidade de Jacques DeMolay, que preferiu morrer a trair seus Irmãos ou faltar com seu juramento.


Pureza: é ser um cidadão idôneo, puro de alma e de coração; é sempre estar de bem com a própria consciência. É manter a mente longe de tudo que vá contra os princípios de um bom cidadão.


Patriotismo: é respeitar e defender a nossa Pátria, nosso Estado e nossa Cidade e, além disso, conservar tudo que diz respeito ao patrimônio público, como escolas, asilos, orfanatos e hospitais, que prestam ajuda às pessoas mais carentes de nossa sociedade.




A Ordem DeMolay é uma sociedade discreta de princípios filosóficos, fraternais, iniciáticos e filantrópicos, patrocinada pela Maçonaria[1], para jovens do sexo masculino com idade compreendida entre os 12 e os 21 anos. Fundada nos Estados Unidos dia 18 de março de 1919, em Kansas City, Missouri, pelo maçom Frank Sherman Land, é patrocinada e apoiada pela Maçonaria, oficialmente desde 1921, que na maioria dos casos cede espaço para as reuniões dos Capítulos DeMolay e Priorados da Ordem da Cavalaria - denominações das células da organização.


A Ordem é inspirada na vida e morte do nobre francês Jacques de Molay, 23º e último Grão-Mestre da Ordem dos Templários, morto em 18 de março de 1314 junto a outros membros da Ordem por contestar as falsas acusações de pratica de diversos crimes, entre eles heresias e infidelidade à Igreja, arquitetadas pelo Rei Filipe IV de França, podendo-se acreditar que o motivo de tais acusações fosse a ambição de Filipe pelas posses da Ordem dos Templários, pois em caso de prisão, os bens do acusado passariam a pertencer ao Estado francês.


A Ordem Demolay possui cerca de 4 milhões de membros em todo o mundo e mais de 200 mil no Brasil. O DeMolay que completa 21 anos de idade, é denominado Sênior DeMolay e passa a acompanhar os trabalhos do Capítulo através da "Associação DeMolay Alumni". No Brasil, distribuídos em mais de setecentos Capítulos, os milhares de DeMolays regulares de todos os Estados da federação se reúnem freqüentemente.


No mundo, a Ordem DeMolay pode ser encontrada em: Aruba (Países Baixos), Alemanha, Austrália, Bolívia, Brasil, Canadá, Colômbia, Estados Unidos, Filipinas, Guam (Estados Unidos), Itália, Japão, México, Panamá, Paraguai, Perú e Uruguai[2].


No dia 08 de abril de 2008, o Estado de São Paulo estabeleceu o Dia do DeMolay, através da Lei Estadual nº 12.905, a ser comemorado anualmente no dia 18 de março. Em 19 de janeiro de 2010, foi promulgada a Lei Federal nº 12.208 que insituiu o dia 18 de março como o Dia Nacional do DeMolay, seguindo o exemplo paulista, sendo que a escolha da data marca o falecimento de Jacques de Molay, herói mártir da Ordem.






Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.



























Jacques DeMolay


As sete velas

2 comentários:

  1. Estou aqui denovo comentando do site Rastreamentodecelular.net ,por que adoro esse blog,bom demais,muito bom msm!!!!!!me recomendaram e até hj acompanho,mais ai queria tirar uma duvida sera que esse site é bom http://detetive-particular.com to precisando de fazer uma investigação hehe ? se alguem souber me falar,e continue com mais post!!

    ResponderExcluir