sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

A LINGUAGEM MAÇONICA



A LINGUAGEM MAÇONICA

273. A Maçonaria tem uma linguagem para expressar suas idéias, que se chama "O SIMBOLISMO". Cada símbolo tem sete significados.

O maçom deve procurar conhecer e compreender perfeitamente o idioma simbólico.

Os símbolos maçônicos são ricos em ensinamentos de elevadas significações intelectuais, filosóficas, científicas, morais, espirituais e práticas.

TODOS OS MAÇONS DEVEM TRABALHAR PARA DESCOBRIR AS IDÉIAS QUE REPRESENTAM OS SÍMBOLOS, PORQUE NESTAS IDÉIAS SE ENCONTRA A VERDADE, E A VERDADE NOS FARÁ LIVRES.

274. Cada grau tem sua instrução simbólica especial, porém, sua base é uma só, e radica-se no grau de Aprendiz.

A Maçonaria é um fato da natureza, que se repete diariamente em todos os seres conscientes e inconscientes, para o seu aperfeiçoamento físico, intelectual, moral e espiritual.

O TRABALHO DO APRENDIZ consiste em DESBASTAR A PEDRA BRUTA, isto é, em dominar suas paixões, eliminar suas imperfeições e seus vícios, aperfeiçoar seu espírito, retirando com a RAZÃO (CINZEL) e COM A VONTADE FIRME (MALHO) todas as asperezas que possam originar perturbações na sociedade ou na Instituição. Por tal motivo, o Aprendiz acode à LUZ que iluminou sua inteligência na Iniciação.

O maçom atua sempre com eqüidade e franqueza (SINAIS), com linguagem leal e sincera (PALAVRAS), com obras e fraternal solicitude (TOQUES) para com seus irmãos.

LOJA JUSTA E PERFEITA é a que conta sempre com sete irmãos, dos quais cinco devam ser Mestres, representando as cinco LUZES: O VENERÁVEL, OS DOIS VIGILANTES, O ORADOR E O SECRETÁRIO. Representam os cinco sentidos dentro do corpo.

Essas três luzes, são: a Sabedoria (do Ven., simbolizada pela estátua de Minerva); A Força (do 1.° Vig., pela estátua de Hércules que está no Ocidente); a Beleza (representada pelo 2.° Vig. e a seu lado a estátua de Vênus Citérea). Em suma, essas três Luzes são, a TRINDADE DIVINA NO COSMOS E NO HOMEM: Pai, Mãe, Filho; Fé, Esperança, Caridade; Poder, Saber, Movimento, etc..

275. AS HORAS DO TRABALHO MAÇÔNICO (meio-dia; meianoite) significam que o homem deve chegar à mais alta iluminação para poder trabalhar para o bem da humanidade. Meio-dia é a hora luminosa do Sol. Com este pequeno resumo e com as instruções dadas no PRIMEIRO GRAU e no SEGUNDO, já podemos levantar a ponta do véu para o Mestre Maçom, com o objetivo de praticar e ensinar em Loja, ao irmãos, a prática da filosofia dos graus.

276. A Maçonaria é uma Escola Iniciática, uma academia de aprendizagem tradicional e universal, que aspira ao magistério da Verdade e ao exercício da Virtude, começando o Iniciado por ESTUDAR-SE A SI MESMO. Então começa o verdadeiro trabalho na pedra bruta, e a renovação de seu próprio "
Eu", que é do Grau de Aprendiz.

A Maçonaria é a ciência positiva que determina o critério da Verdade e forma novos homens de espírito elevado, de convicções firmes, consciência reta e moral sem mancha...

Do livro O MESTRE MAÇOM E SEUS MISTERIOS
Jorge Adoum

Nenhum comentário:

Postar um comentário