segunda-feira, 16 de março de 2015


 
O DELTA SAGRADO

O Delta é um dos mais importantes símbolos maçônicos. Nos ritos teístas ele representa a presença da Divindade, enquanto que nos ritos deístas ou agnósticos ele simboliza a Sabedoria.

 

O que vem a ser Teista, Deista ou Agnóstico?

 

Quando estudamos a Verdade Revelada à luz do Livro Sagrado, nós temos o problema da existência de Deus pela Revelação ou pela Fé e nesse caso nós somos Teístas. Quando estudamos o mesmo problema à luz da Razão, dentro da Verdade Intuída, nesse caso nós somos Deístas ou Agnósticos. Agnóstico é aquele que acredita na existência de Deus, mas, ao mesmo tempo afirma que a Razão Humana não tem condições de provar ou negar Sua existência, mas Ele existe.

 

São Teístas: Rito Escocês Antigo e Aceito, Rito de York, Adonhiramita e Brasileiro, pois todos têm no Livro Sagrado a representação da Verdade Revelada.

 

 Já o Rito Francês ou Moderno é Deísta, Agnóstico e Adogmático por que não adota o Livro Sagrado, não invoca o Grande Arquiteto do Universo e prega liberdade total de pensamento. Normalmente nos ritos teístas, deve ser encontrada no centro do Delta a letra hebraica “IOD” que é a primeira letra do nome hebraico de Deus, formado por IOD, HE, VAV e HE e, portanto, representa a própria DIVINDADE, isto é a presença de DEUS. O OLHO QUE TUDO VÊ, ou seja, o olho esquerdo no centro do Delta, seria o apanágio dos ritos deístas, aqueles que abrem os seus trabalhos sem o Livro da Lei. Todavia, do ponto de vista místico, adotado pelos ritos teístas, o OLHO QUE TUDO VÊ pode ser analisado sob três aspetos: No plano físico é o Sol, fonte da vida; no plano mental é o Verbo, o Princípio Criador e no plano espiritual é o símbolo de Deus, o Grande Arquiteto do Universo.

 

A tradição judaica-cristã considera o Olho inscrito num triângulo, como símbolo de Deus. Em Maçonaria ele representa o Grande Arquiteto do Universo ,que deve nortear os passos do iniciado.

 

E a representação é do OLHO ESQUERDO porque Deus, sempre presente e senhor do futuro, volta-se para o passado, até as origens da humanidade. Entretanto, o Delta pode, também, ter no seu interior a letra “G”, inicial das palavras “GOD” e “GOTT” que significam Deus em inglês e em alemão.

 

Os antigos maçons operativos empregavam esta letra para indicar a ciência da GEOMETRIA e, realmente, este símbolo que se tornou sagrado pela sua alusão ao GRANDE GEÔMETRA DO UNIVERSO, era mais digno de ser aplicado àquela ciência, que foi desde os tempos mais remotos, considerada sinônimo de Maçonaria.

 

A letra “G”, portanto, tem em Maçonaria a mesma força e significado que têm a letra IOD e o OLHO QUE TUDO VÊ, símbolos sagrados da Divindade. Conclui-se, pois, que a letra IOD, o OLHO QUE TUDO VÊ e a letra “G” são símbolos que evocam o Grande Arquiteto do Universo e que, portanto, podem figurar no centro do Delta, não estando errado o uso de qualquer um deles sendo, contudo, de bom alvitre, cumprirmos o que determina o nosso Ritual em
sua sétima instrução.

 

Pesquisa do Ir.·. Normand Farias
Fonte: Jornal do Aprendiz março 2015.

Um comentário:

  1. Gostaria de compartilhar no facebook, mas não a opção compartilhar. TFA.'.

    ResponderExcluir